sábado, 1 de novembro de 2014
Últimas notícias
Capa \ Artigos \ Top Rank das Américas: Deck principal e estratégia

Top Rank das Américas: Deck principal e estratégia

NA num1

 

Lista das cartas:

  • 2 Punhalada pelas Costas
  • 2 Veneno Mortal
  • 2  Eviscerar
  • 2 Acumulador de Tesouros
  • 2 Engenheira Novata
  • 2 Líder Défias
  • 1 Mago Sangrento Thalnos
  • 1 Leque de Facas
  • 2 Agente da AVIN
  • 2 Clérigo do Sol Partido
  • 2 Golem Colheiteiro
  • 2 Anão Ferro Negro
  • 2 Defensor de Argus
  • 2 Inventora Gnômica
  • 2 Draco Lazúli
  • 2 Comandante Argênteo

 

Estilo de jogo:

É difícil de descrever o estilo de jogo desse deck sem fazer uma referência a maneira geral que qualquer jogador deve ter quando está querendo vencer em Hearthstone. Tenho certeza que vocês já escutaram isso em muitos lugares mas, para vencer jogos você precisa focar no controle da mesa e na vantagem de cartas. E esse deck consegue esses dois objetivos de uma forma extremamente eficiente.

As cartas Acumulador de Tesouros, Engenheira Novata, Inventora Gnômica e Draco Lazúli são as “estrelas” desse deck. Essencialmente se o seu oponente gastar uma única carta para destruir uma dessas cartas, você já estará obtendo vantagem de cartas. E este efeito é composto pela combinação dessas cartas com a habilidade de buffar da Clériga do Sol Partido, do Anão Ferro Negro e do Defensor de Argus fazendo com que elas consigam trocar bem com os lacaios do seu oponente. E outra grande vantagem dessas cartas é a redução da penalidade que você sofrerá caso o seu oponente use cartas de Dano em Área por exemplo, mesmo que seu oponente use o Golpe Flamejante e consiga uma vantagem limpando a mesa, a vantagem que eles teriam obtido é reduzida pelo fato de que essas cartas lhe proporcionaram uma vantagem de cartas ao você usar elas, sendo assim o prejuízo não é grande demais.

Outra maneira de se conseguir vantagem em cartas é através do Comandante Argênteo (sério, esta carta é absurdamente boa e se por alguma razão ela não está em seus decks, você realmente deveria repensar e utilizá-la), do Agente da AVIN (os 2 de dano que ele causa quando utilizado o seu combo remove cartas que tenham 2 de defesa praticamente de graça, ou podem também lhe ajudar a conseguir trocas mais iguais quando você teria que gastar 2 cartas para remover apenas uma grande ameaça do seu oponente) e também o infame Líder Défias (2 lacaios, também bons alvos para serem buffados e não podemos esquecer da Moeda inicial para quem vai em segundo e que pode ser utilizada para fazer o combo com o Líder Défias no primeiro turno ).

Estas cartas lhe darão a vantagem no número de cartas e ajudarão a manter o controle da mesa. E uma dica para você que gostaria de testar esse deck, lembre-se sempre de checar se você possui dano Letal em sua mão, muitas vezes quando você tem cartas na mesa com +1 de Dano de Feitiço, Eviscerar pode ser especialmente perigoso para seu oponente, 2 Eviscerar podem virar 1 Ignimpacto por apenas 4 de mana.

 

Decks de Agro:

A presença da carta Leque de Facas é muito importante nesse deck pela falta de Feitiços em Área para limpar a mesa eficientemente. Mas você não pode depender somente de comprar esta carta quando você mais precisar dela. Por esse motivo a prevenção é a melhor maneira de defesa contra esses tipos de decks. Você não pode deixar que seus oponentes comecem a tomar conta da mesa, utilize suas Punhaladas pelas Costas e Eviscerar mesmo que seja apenas uma troca de uma carta por uma. Você precisa manter a mesa limpa e ir colocando os seus lacaios em campo e utilizando os seus buffs para fortalecê-los, e eventualmente os decks de Agro vão perdendo sua força e tendo muita dificuldade para manter suas criaturas na mesa e você eventualmente irá vencer a partida.

 

Hunters de “um turno kill”:

Meu conselho para quado se jogar contra eles é, primeiramente cuidado com as cartas de remoção que eles utilizam. Evite de duas criaturas de 3 de defesa na mesa no turno 4, onde ele pode simplesmente usar a carta Tiro Múltiplo. Esteja atento também ao posicionamento das suas criaturas por causa do Tiro Explosivo. Sempre cheque se o segredo que ele utilizou é a Armadilha Explosiva antes de colocar mais Lacaios na mesa, e se não for Armadilha Explosiva, utilize o Acumulador de Tesouros ou a Engenheira Novata para ativar o Tiro de Tocaia. Não sinta culpa de utilizar as suas cartas de remoção nos lacaios que eles colocarem na mesa pois você não terá muitas chances de utilizar essas cartas (afinal de contas eles vão estar tentando te vencer em apenas um turno). E por último, os Defensores de Argus serão as cartas que farão toda a diferença. Se a sua vida está na casa dos 20 e poucos e você está se aproximando do turno 7, conseguir os lacaios com Provocar se torna sua prioridade.

 

Mages:

Provavelmente a classe mais difícil de se jogar contra com este deck (tendo dito isto eu ainda mantenho uma média de 70% de vitórias nesses confrontos). Alguns Mages que começam o jogo com combos com a Moreia de Mana podem ser extremamente assustadores, pois seus pontos de vida são preciosos contra um Mage, tendo em vista que no turno 8 eles podem ter o devastador Ignimpacto. Entretanto quando você consegue o controle da mesa, você estará em uma posição bem confortável. Como mencionado antes você tem uma grande variedade de criaturas que são fortes contra os Feitiços em Área para controlar a mesa, sendo assim eles não estarão causando dano suficiente para te colocar na área de perigo do Ignimpacto. Essencialmente você tem que achar o balanceamento entre ter ameaças na mesa, mas não tantas a ponto de te fazer perder a vantagem caso o inimigo possua um Golpe Flamejante. Se você encontrar esse balanceamento você fará com que ele gaste todas as suas cartas de Área como, Nevascas, Novas Congelantes, Golpes Flamejantes e etc e assim conseguir aos poucos manter a vantagem para ganhar a partida, ou até mesmo uma vitória rápida caso o seu oponente não consigo comprar tantas cartas de remoção em área rapidamente.

 

Priests:

Eu sinto que toda essa onda de “Priests são OP” é um pouco injustificada, especialmente no modo Ranqueado. Eu assumo que a presença da carta Controle Mental tenha reduzido a variação de decks e nos levado a atual meta de decks de agro. Acho que este deck perdeu para Priests apenas uma vez, e isso foi por causa de uma série de drops muito ruins. Decks de Priest são muito lentos para sobreviverem neste ambiente e esse é o motivo de ter encontrado poucos deles no estado atual. Tendo dito isto, eu acho que os Priests estão um pouco fracos na metal atual de partidas ranqueadas.

 

Sobre o Deck: 

Este deck é praticamente o mesmo deck utilizado pelo Kithros com a única diferença de utilizar o Leque de Facas no lugar do Edwin VanCleef. Então total crédito a ele, o deck funciona perfeitamente bem.

A razão pela qual eu troquei o Edwin pelo Leque de Facas é bem simples…eu não tenho o Edwin VanCleef. Entretanto eu acho que o Leque de Facas tenha sido um aprimoramento mesmo que sem saber ao deck, devido a atual meta de decks de agro. Me dando a possibilidade de remover um infame Diabrete de Sangue praticamente de graça, ou também de combinar com Mago Sangrento Thalnos ou Draco Lazúli para um feitiço de área decente. (Novamente, 2 de dano e as vezes mesmo 1 de dano pode ser suficiente para limpar a mesa, pelo fato de tantos decks de agro no momento).

 

Fonte: Http://www.reddit.com/r/hearthstone