quarta-feira, 23 de agosto de 2017
Home / Artigos / 10 Dicas de como melhorar em Hearthstone

10 Dicas de como melhorar em Hearthstone

para torneio

“Eu nunca estou melhorando”, “A sorte simplesmente não está comigo hoje”, “Esse jogo é pura RNG”. Essas frases e outras similares frequentemente são ditas por jogadores após uma derrota difícil e possivelmente ditas até mesmo por você. A sorte definitivamente tem o seu lugar em Hearthstone ou qualquer outro tipo de jogo de cartas, mas você pode tentar fazer com que a sorte fique a seu favor seguindo alguns passos para melhorar e lhe proporcionar as melhores chances de vencer em cada decisão. Segue então uma lista de 10 dicas que fizeram com que eu me tornasse mais consistente e um jogador melhor e que provavelmente irão ajudar a vocês também.

1. Conheça o seu oponente

hunter segredo

Você possivelmente gosta mais de uma classe ou outra e odeia algumas, mas para realmente melhorar o seu desempenho e entender melhor todos os oponentes, você terá de engolir o orgulho e jogar com todas as classes, pelo menos o suficiente para você entender como elas funcionam e assim conseguir entender como serão as partidas contra elas. A melhor maneira de fazer isso é primeiramente tentar utilizar essas classes no modo de Jogo Normal ou jogar contra um amigo. Adicionalmente você pode se abrir a mais classes através da Arena jogando com classes que normalmente você não jogaria. Você tem aquela Missão que ainda não completou? Tente uma Arena com aquela classe para matar dois coelhos com uma cajadada só, ou então jogue partidas Normais mesmo. Você não sabe como montar o seu deck com aquela classe que você não joga muito?
Cheque o nosso fórum pois temos alguns decks postados para todas as classes, ou você pode também assistir os streamers de Modo Ranqueado. É extremamente importante que você conheça as classes que você estará jogando contra, para saber como ela funciona, quais as jogadas que ela tem para cada situação para que você possa criar a sua estratégia em torno delas. Claro que isso levará bastante tempo, você terá de jogar muitos jogos até dominar completamente uma classe e entender como cada classe e deck funcionam uns contra os outros, mas se familiarizar com as outras classes colocará você um passo na direção certa para ser um jogador melhor.

2. Aprenda com seus erros

Ao invés de colocar a culpa em qualquer outro fator por suas derrotas (falta de sorte, distrações, “ghosting” se você é um streamer) tente pensar objetivamente sobre o jogo passado e destacar os seus possíveis erros ou até mesmo jogadas que você poderia ter feito de outra maneira. A única maneira de se tornar um jogador melhor é identificar as coisas nas quais você pode melhorar. Você se estendeu demais na mesa colocando um quarto lacaio e seu oponente conseguiu te punir por isso? Você calculou erroneamente o dano que seu oponente poderia causar a você no turno seguinte e decidiu atacá-lo diretamente ao invés de limpar a mesa? Você escolheu uma jogada arriscada quando um jogada segura era viável? Você fez uma jogada extremamente segura onde a única opção de você ganhar a partida era fazer uma jogada arriscada? Tentar ser crítico consigo mesmo é uma coisa extremamente difícil de se fazer, mas é a única maneira de realmente determinar se a sua jogada foi a melhor e que realmente o que aconteceu foi por falta de sorte.

3. Jogue com um amigo ou com um “treinador”

Partindo do princípio que ser crítico consigo mesmo é uma coisa extremamente difícil, uma solução é jogar com pessoas assistindo a partida a partir da sua perspectiva para oferecer conselhos ou outros pontos de vista. Duas cabeças pensam melhor do que uma, certo? Como um streamer, é bem comum o chat oferecer outras sugestões de jogadas, ou até mesmo dizer que eu perdi um “letal” e ocasionalmente o chat está certo. Ser capaz de olhar para trás, para esses erros e ver como eles aconteceram servirá para você ficar mais atento para a próxima vez que uma situação similar acontecer. Uma maneira efetiva de se fazer isso é ter um grupo de amigos aconselhando a você diversas jogadas, mesmo durante uma partida ou até mesmo após. Se eles estiverem na mesma sala que você, isso é ainda melhor, mas é realmente fácil utilizar o Skype por exemplo para tal situação ou até mesmo utilizar o Google Hangout, em ambos você consegue compartilhar a sua tela com seus amigos e eles poderão então oferecer conselhos. Idealmente, essas pessoas deverão ter um nível de jogo ao qual você respeita e estão a um nível no mínimo igual ao seu. Por vezes existirão jogadas complexas que você possivelmente não estará enxergando e ele estará, e é muito bom poder discutir sobre esses tipos de decisões com outra pessoa.

4. Estude jogadores Top de linha

Similar a estar com um amigo como descrito no número 3, tente se imaginar no lugar daquele jogador e tente antecipar e prever as possíveis jogadas antes que eles a façam. Isso é útil se você estiver assistindo eles jogaram em uma Stream, onde você pode perguntar o porque deles terem tomado certas decisões e com um pouco de sorte eles irão responder e você poderá ter uma noção no processo de desenvolvimento da jogada da perspectiva daquele jogador. Se suas perguntas ou comentários são construtivos, os Streamers ficam satisfeitos em responder e explicar aos que estão assistindo o porque dele tomar certa decisão. E também, assistir alguém e tentar decifrar a jogada antes da pessoa fazer, fará com que você tenha uma análise do jogo mais rápida e possibilita a você a pensar mais criticamente sobre os estágios do jogo e situações de jogo. Outra boa maneira de se fazer isso, é assistindo a “Show Matches” (partidas de exibição) e jogos transmitidos como o “King of the Hill”, ESGN Fight Nights e outros que são feitos no mesmo formato e envolvem jogadores de alto nível.

5. Não se esqueça das cartas que já foram utilizadas

Isso pode até soar como uma coisa muito difícil de se fazer, mas se você realmente se importa com uma partida em específico, digamos que seja uma partida de torneio, ou uma partida nos ranques mais altos, é muito importante que você saiba todas as cartas que você e seu oponente já jogaram. O seu oponente já utilizou a segundo AOE (area of effect, dano em área) que você estava tomando cuidado para jogar em torno disso? Quantos feitiços de remoção ele já utilizou? Você pode pensar até que seja fácil você manter em mente todas as cartas que você já utilizou, mas porque ter a chance de você “achar” errado? Saber quais cartas você ainda tem em seu deck, fará com que você tome decisões envolvendo na possível compra dessas cartas. Uma maneira simples de manter o controle sobre isso é abrindo dois blocos de notas no seu computador e ir anotando todas as cartas jogadas por você e pelo seu oponente (ou você pode utilizar o bom e velho método do papel e caneta). Pode parecer trivial, mas salvar o seu pensamento somente para as jogadas que você tem em suas mãos ao invés de ficar tentando lembrar o que já foi jogado por você e pelo seu oponente pode muito bem facilitar suas decisões sobre as jogadas e faz também com que você mantenha o foco somente nas jogadas.

Se manter o controle sobre todas as cartas já jogadas pode parecer demais para você, você pode simplesmente começar tentando manter o controle sobre o uso da Moeda. Uma dica para facilitar é utilizar a mesa para se lembrar de quando a moeda foi utilizada, mas como assim? Todos os cenários das mesas possuem coisas que podem ser “quebradas” ou “mexidas”, quando o oponente utilizar a Moeda, quebre ou mexa algo para se lembrar que a Moeda foi utilizada.

6. Prestar atenção ao jogo

Pode até parecer óbvio, mas é importante prestar atenção ao seu oponente no turno dele, pois existem certas coisas que você pode pegar quando ele passa o mouse por cima das coisas enquanto ele pensa na jogada dele. Isso começa com o “mulligan”, (processo que acontece no início da partida, quando você descarta algumas cartas e compra outras) o que pode te dar uma noção do quão forte a mão inicial dele é. Se eles não descartaram nenhuma carta, significa que eles estão bem felizes com a mão inicial deles (e também é bem provável que ele esteja jogando um deck agressivo, pelo fato dele ter mais cartas para os turnos iniciais da partida). Eles não utilizaram a primeira carta da mão deles, durante os 4 primeiros turnos? É provável que seja um feitiço de remoção ou uma AOE de algum tipo, uma carta do tipo de resposta para suas ameaças que é importante para ele manter na mão durante todo esse tempo desde o estágio do mulligan e é provável que ele esteja esperando o momento perfeito para utilizá-la. Você deve tentar armar uma cilada para ele, antes de jogar suas ameaças mais poderosas. Outra coisa importante é que, cartas descartadas não aparecem no log de informações de jogadas anteriores, portanto se seu oponente jogar um Fogo d’Alma ou um Demonarca, é importante estar atento para ver quais cartas ele descartou e assim você consegue ter uma noção do que pode ter ainda no deck dele e que tipo de deck ele está jogando. Isso também se aplica quando seu oponente tem suas cartas destruídas ao comprar cartas quando está com a mão cheia.

Outra dica interessante que posso dar a vocês é de que, evite utilizar uma carta Dourada e uma normal do mesmo tipo. Porque isso pode dar uma dica para o seu oponente, quando você entra nos ranques mais altos, você tende por vezes a jogar contra a mesma quantidade de oponentes, então se você tem uma carta dourada e uma normal do mesmo tipo no seu deck, pode facilitar o seu oponente de manter o controle de quais cartas você tem e quantas delas você já usou. É pouca informação para se trabalhar tão a fundo, eu sei, mas cada detalhe é importante. Se você tiver duas cartas douradas da mesma, tudo ok, senão utilize as normais mesmo.

7. Utilize o seu tempo

No modo Normal e na Arena, você possui 90 segundos para cada turno. Use essa vantagem para pensar bem sobre cada jogada, sobre todas as suas opções antes de jogá-las. Isso não quer dizer que você deva jogar devagar intencionalmente as jogadas óbvias, mas utilize alguns segundos a mais para ter certeza de que o que você está por fazer é realmente a melhor jogada para a situação em que você se encontra. É aconselhável também fazer suas jogadas devagar para evitar os bugs dos lacaios trocando de posição e de cartas em cima das outras na sua mão. Tome cuidado também quando você estiver passando o mouse por cima de suas cartas, ameaçando fazer jogadas e depois fazer uma jogada com cartas completamente diferentes. O seu oponente pode ver como as suas cartas brilham quando seu mouse passa por cima ou quando você direciona alguma carta para seu oponente ou para seus lacaios. Isso pode revelar coisas que você tem em sua mão para o seu oponente se ele estiver te observando. Planeje mentalmente todo o seu turno antes de começar a mexer o seu mouse. Se o seu turno é decidido por comprar cartas (ex: Engenheira Novata) ou por danos do Malabarista de Facas, sinta-se livre para fazer essas ações, mas após isso, lembre-se de planejar o resto do turno mentalmente antes de mexer o mouse novamente. Tocado no assunto da compra de cartas, uma boa dica é de se comprar as cartas sempre antes de fazer as jogadas, por vezes as cartas que você compra podem oferecer melhores jogadas do que as suas atuais (isso inclui os totens do Xamã, se você vai utilizar o Totem, utilize-o antes).

8. Mantenha os seus resultados anotados

Se você está levando a sério melhorar o seu desempenho, anotar os seus resultados pode oferecer ajuda a identificar quais classes você tem mais dificuldade de jogar contra, fazendo com que você foque mais nessas classes para ir sempre melhorando. Existem algumas boas fontes que você pode utilizar para manter-se atualizado sobre os seus status tanto em Arena quanto em Normais. Eu utilizo um software chamado HearthTracker para manter minhas estatísticas anotadas. É bem fácil de se configurar, roda no background e automaticamente faz as estatísticas para você, incluindo as classes e oponentes para você. Existem muitas outras ferramentas para se fazer essas anotações, e se você quiser, pode fazer as mesmas manualmente mesmo, é totalmente sua decisão.

9. Utilize os seus recursos

Como mencionado em alguns dos pontos à cima, existem vários recursos disponíveis para você melhorar o seu desempenho. Obtenha vantagem com eles! Se você está lendo isto, você já está um passo a frente de seus oponentes. Procurar por artigos e guias em comunidades de sites, se envolvendo nos fóruns e outros locais de discussão, interagindo com outros membros da comunidade seja no chat do Stream ou fórum, tudo isso ajudará você a melhorar o seu desempenho e mais importante ainda, fará com que o seu envolvimento e diversão com o Hearthstone seja ainda maior.

10. Divirta-se

Um dos melhores conselhos a serem dados é esse. Hearthstone é um ótimo jogo e as pessoas podem levá-lo muito a sério. Na verdade, para melhorar de verdade a nível competitivo você precisa levá-lo a sério em determinados aspectos. Mas no fundo o jogo precisa ser divertido para você, ou porque você estaria jogando? Se você não está curtindo o jogo, você não estará fazendo o seu melhor. Se você entrou em uma espiral de derrotas após uma partida muito ruim, tire um tempo para descanso, ou jogue algo mais divertido como um modo Casual com um deck completamente Troll. Por isso aproveite o jogo ao máximo e divirta-se com ele, pois esse é o objetivo inicial ao começarmos a jogar um jogo!

Fonte: ihearthu

Sobre Bruno

Veja Também...

A arte do Mulligan

Então, o que significa Mulligan? O termo é original do Golf, que se refere a …

Substitutos das Lendárias

Em um mundo perfeito nós todos teríamos todas as cartas de Hearthstone. Todas seriam douradas. …